Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 26/02/2014
  • 09:53
  • Atualização: 10:05

Servidores federais realizam ato na Fronteira Oeste

Manifesto é pela regulamentação de indenização para trabalhadores que atuam na região

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Os servidores federais que atuam na fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina realizaram, na manhã desta quarta-feira, um ato na divisa entre São Borja (Brasil) e Santo Tomé (Argentina). O objetivo é solicitar a regulamentação da lei que institui a indenização de fronteira para os trabalhadores. A medida institui um pagamento com o objetivo de fixar os funcionários nessas regiões.

O representante do Sindicato dos Policiais Federais (Sinpef) na região, Tiago Motta, destacou que há um grande êxodo da fronteira. A indenização foi criada no Plano Nacional de Fronteiras, em 2011, e aprovado em 2013 Participam do ato agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, fiscais agropecuários e do trabalho.

Os policiais federais paralisam as atividades nesta quarta. No entanto, o sindicato garante que o ato não afeta a emissão de passaportes no Estado, assim como o registro de armas de fogo. Outro serviços, como a liberação de transportes de produtos químicos, também não são prejudicados, uma vez que os atendimentos ocorrem somente por meio de agendamentos. Assim, todas as solicitações marcadas devem ser atendidas.

Bookmark and Share


TAGS » Geral, São Borja