Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 26/02/2014
  • 22:14
  • Atualização: 23:00

Kerry compara lei antigay de Uganda a Alemanha nazista e Aparthaid

Nova lei no país africano foi promulgada nesta segunda-feira

John Kerry criticou a nova lei da Uganda contra homossexuais  | Foto: Kris Connor / AFP / CP

John Kerry criticou a nova lei da Uganda contra homossexuais | Foto: Kris Connor / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O Secretário de Estado americano, John Kerry, comparou nesta quarta-feira a lei anti-homossexual em Uganda à legislação antissemita da Alemanha nazista e ao Apartheid na África do Sul. "O que ocorreu é atroz, e representa um enorme desafio, já que os direitos do coletivo LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) são direitos humanos”, afirmou o chefe de diplomacia dos Estados Unidos.

O presidente de Uganda, Yoweri Museveni, promulgou nessa segunda-feira uma lei que aumenta a repressão à homessexualidade. Relações entre pessoas do mesmo sexo já eram punidas com prisão perpétua no país. Agora é obrigatória a denúncia de qualquer caso. A nova legislação foi adotada pela maioria do Parlamento.

Bookmark and Share