Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/03/2014 13:55 - Atualizado em 02/03/2014 14:03

Rússia arrisca seu lugar no G8 com incursão pela Crimeia, diz Kerry

Secretário de Estados dos EUA alertou para sanções no caso de invasão na Ucrânia

John Kerry alertou Rússia para sanções<br /><b>Crédito: </b> Nicholas Kam / AFP / CP
John Kerry alertou Rússia para sanções
Crédito: Nicholas Kam / AFP / CP
John Kerry alertou Rússia para sanções
Crédito: Nicholas Kam / AFP / CP

O secretário de Estado americano, John Kerry, alertou a Rússia neste domingo de que o país arrisca perder seu lugar no prestiado Grupo dos Oito países mais desenvolvidos (G8) por causa do envio de tropas à península ucraniana da Crimeia. Kerry avisou ao presidente Vladimir Putin que "pode se deparar com ativos congelados de empresas russas, empresas americanas poderão se retirar do país, o rublo poderá ser afetado."

• Ucrânia acusa Rússia de ter "declarado guerra"
• Ucrânia mobiliza reservistas do exército

"Há um preço alto a pagar. Os Estados Unidos estão unidos, a Rússia está isolada. Esta não é uma posição de força", advertiu o chefe da diplomacia americana no programa "Meet the Press", da rede NBC. Estados Unidos, Grã-Bretanha e França já organizaram reuniões esta semana para o encontro de cúpula do G8 planejado para junho em Sochi, em meio à preocupação internacional crescente com a ameaça de Moscou de invadir a vizinha Ucrânia.

Mil homens armados bloqueavam neste domingo a entrada do quartel de uma unidade de guardas ucranianos na Crimeia, com o objetivo de que eles entreguem as armas, anunciou o Ministério ucraniano da Defesa. O presidente interino da Ucrânia, Olexander Turchinov, havia dito pela manhã que um comandante russo havia dado um ultimato aos militares ucranianos da Crimeia para que entregassem as armas antes das 5h (3h GMT).

"Se a Rússia quer ser um país do G8, precisa agir como tal, disse Kerry mais tarde no "Face the Nation", da CBS, em sua participação nos programas dominicais, aumentando a pressão sobre Moscou. O diplomata advertiu: "O G8 e outros, todos eles, cada um deles, estão preparados para fazer o necessário para isolar a Rússia por causa dessa invasão." Estes países "estão preparados para aplicar sanções e isolar a Rússia economicamente, o rublo já está caindo", afirmou Kerry.

Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.