Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 02/03/2014
  • 14:58
  • Atualização: 15:00

Domingo de sol contrasta com mar chocolatão na praia

Dia agradável na orla tem temperatura na casa dos 25°C

Mar chocolatão desanimou alguns banhistas neste domingo, apesar do sol forte | Foto: Fabiano do Amaral

Mar chocolatão desanimou alguns banhistas neste domingo, apesar do sol forte | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Nildo Júnior / Correio do Povo

O domingo de Carnaval tem sol forte, temperatura agradável – em torno de 25°C – e mar com bandeira amarela, mas com águas cor de chocolate. Os veranistas em Capão da Canoa preferiram as atividades na beira da praia a banhar-se no mar. O empresário caxiense Felipe Bertoluci, 32 anos, caminhava na orla para apreciar o dia. “A praia está muito cheia, com sol e clima agradável. Espero que prevaleça o clima de tranquilidade neste carnaval”, comentou.

A médica porto-alegrense Josiele Granero, 37 anos, preferiu aproveitar o dia para atualizar a leitura deitada na areia enquanto se bronzeava. “É uma pena o mar estar chocolatão, pois o tempo está maravilhoso. A gente trabalha muito no verão e aproveita o carnaval para tirar uma folguinha”, afirmou.

O prefeito de Candelária, Paulo Roberto Butzge, 44 anos, reservou o feriadão para curtir a praia com o filho Rafael, de 4 anos. “Sempre venho a Capão. O dia está maravilhoso, mas a água está feia. Só que o gaúcho já está acostumado com isso. Aproveito para brincar com o meu filho e com os amigos dele”, garantiu.

As amigas Joseana Rodrigues, 25 anos, Giovana Castelli, 23, e Camila Stanguerlin, 24, banhavam-se com a luz solar em busca de um melhor bronzeado. As águas escuras do oceano não as entusiasmavam para um banho. “O mar está horrível, preferimos ficar na areia”, assegurou a advogada Joseana. “Ontem a gente entrou na água, mas hoje está muito sujo”, confirmou a jornalista Giovana. “Viemos mais aproveitar a praia do que a noite”, completou a contadora Camila, explicando sobre o Carnaval.

Salva-vidas encontram criança perdida

Os salva-vidas da guarita 75 encontraram uma criança que se perdeu e hastearam uma bandeira azul para indicar onde estava a criança. Além disso, eles acionaram o apito para que o barulho despertasse a atenção dos pais ou responsáveis. A população apoiaiava a atitude dos anjos da guarda do mar com palmas ritmadas. Até que a mãe apareceu para resgatar a criança, que chorava de preocupação e alegria.

O sargento Dilmar Rodrigues Pereira informou que o serviço é feito sempre que alguém se perde. “Colocamos a bandeira azul quando encontramos uma pessoa que se perdeu. Muitas vezes são crianças, mas acontece de encontrarmos pessoas idosas ou com problemas mentais. Só o responsável pode levar embora a pessoa que se perdeu”, afirmou.

Bookmark and Share