Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 03/03/2014
  • 20:44
  • Atualização: 20:48

Otan convoca segunda reunião de emergência sobre Ucrânia

Polônia alega ameaça de intervanção armada russa também ao seu território

  • Comentários
  • Agência Brasil

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) vai realizar, nesta terça-feira, a segunda reunião de emergência, em 48 horas, sobre a situação da Ucrânia, após um pedido da Polônia, que alega estar ameaçada pela possível intervenção armada da Rússia. Segundo o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, a reunião vai analisar os desenvolvimentos, que são vistos como uma ameaça para os países vizinhos e com “sérias e diretas implicações para a segurança e estabilidade da área Euro-Atlântica”.

“Nos termos do artigo 4º do Tratado de Washington, qualquer aliado pode solicitar consultas sempre que, na opinião de qualquer um deles, a sua integridade territorial, a independência política ou a segurança é ameaçada”, cita o comunicado da Otan. A Polônia pediu no sábado à noite a convocação urgente do Conselho do Atlântico Norte.

Ao entrar para a primeira reunião de emergência, que aconteceu neste domingo, o secretário-geral da Otan descreveu a situação como “uma ameaça à paz e à segurança da Europa”, exortando a Rússia a parar com as atividades militares e as ameaças contra a Ucrânia. A União Europeia convocou para quinta-feira de manhã uma assembleia extraordinária para discutir a situação, depois de ministros de Negócios Estrangeiros dos 28 países-membros terem se reunido para debater a situação.

Bookmark and Share