Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 05/03/2014
  • 12:09
  • Atualização: 12:28

Estudo irá apontar construção de bacias para contenção de cheias em NH

Bairros Canudos, São Jorge, Roselândia e Industrial têm sofrido alagamentos

  • Comentários
  • Stephany Sander/Rádio Guaíba

A cidade de Novo Hamburgo, no Vale dos Sinos, passou por quatro temporais neste ano, que ocasionaram mais de 340 milímetros de chuvas em menos de 20 dias. Em razão do grande volume de água, diversas ruas e casas ficaram alagadas. A fim de amenizar essa situação, a administração do município realiza um estudo elaborado pelos técnicos das Secretarias de Obras e Meio Ambiente, com previsão de ser concluído no mês de abril, segundo explica o prefeito Luís Lauermann.

“A partir deste levantamento, vamos ter as definições dos locais que devem receber bacias de contenção para que efetivamente tenhamos ações para acabar com os alagamentos, devido a chuvas muito intensas”, destaca Lauermann.

Os bairros Canudos, São Jorge, Roselândia e Industrial são os que mais têm sofrido com alagamentos. Moradores destas regiões estão, inclusive, realizaram protestos devido às inundações. Lauermann lembra que já estão sendo realizados os desassoreamentos dos Arroios Pampa, Luiz Rau e Roselândia, mas, mesmo assim, o grande volume de água faz com que os córregos sigam transbordando.

Através das redes sociais, os moradores de Novo Hamburgo estão organizando um ato público a fim de cobrar melhorias na cidade, prestes a posse do prefeito Luís Lauermann completar um ano, no próximo dia 22 de março. A manifestação “Ato por Novo Hamburgo Melhor” é organizada para 11 de março. A concentração será no Centro Administrativo Leopoldo Petry, das 10h às 12h. Até agora, 200 pessoas confirmaram presença via Facebook.

O movimento se apresenta como apartidário e pacífico, repudiando qualquer violência e explica que as principais reivindicações são por segurança, limpeza nas praças, ruas e terrenos público.

Bookmark and Share