Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 05/03/2014
  • 13:36
  • Atualização: 13:40

Agentes penitenciários iniciam paralisação no Litoral Norte

Visitações e audiências precisaram ser canceladas nesta quarta-feira

  • Comentários
  • Gabriel Jacobsen/ Rádio Guaíba

Os agentes penitenciários da Penitenciária Modulada de Osório, no Litoral Norte, realizam paralisação desde o início da manhã desta quarta. Em virtude da mobilização, foram canceladas as visitações de familiares e amigos e adiadas as audiências.

A principal reivindicação dos trabalhadores é pela contratação de mais agentes. Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado, Flávio Berneira, os turnos diários em Osório contam com uma média de 20 trabalhadores, metade do necessário para haver segurança na penitenciária. Além disso, os agentes reclamam da superlotação do local. Pelos dados de janeiro da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), o local tem capacidade para 950 presos e abriga 1133.

O titular da 1ª Delegacia Penitenciária Regional do Vale do Sinos e Litoral, Luciano Lindemann, confirmou que o efetivo de agentes está abaixo do necessário não só em Osório, mas em todo o Estado. Entretanto, o delegado lembra que o governador Tarso Genro já autorizou a realização de concurso para contratação de mais agentes, que deve ser lançado nas próximas semanas.

A intenção do delegado é negociar com os agentes a retomada das visitas aos presos neste final de semana, ainda que parcialmente. Lindemann garante também que, mesmo com a paralisação, os detentos não têm prejuízo nos seus serviços básicos.


Bookmark and Share