Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 05/03/2014
  • 16:27
  • Atualização: 16:40

Operação do Catamarã na Zona Sul levará pelo menos mais um mês

Estudos de viabilidade sofreram atraso por causa da necessidade de equipamentos específicos do Rio

Estudos de viabilidade sofreram atraso | Foto: Tarsila Pereira / CP Memória

Estudos de viabilidade sofreram atraso | Foto: Tarsila Pereira / CP Memória

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

A Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) fixou no máximo até a metade de abril o início do trajeto do Catamarã na Zona Sul de Porto Alegre. Conforme o superintendente da Metroplan, Oscar Escher, esta é a previsão mais pessimista, pois os estudos de viabilidade já começaram e podem ficar prontos até o fim deste mês. “Há a possibilidade de ainda em março ter esta operação funcionado”, diz.

A expectativa inicial era de que o serviço fosse disponibilzado no dia 25 de dezembro, mas um novo prazo foi estabelecido pela Metroplan no ano passado, deixando a abertura do serviço para fevereiro.

A STE Engenharia, de Canoas, em conjunto com uma empresa do Rio de Janeiro, ganhou o pregão para medir a profundidade do Guaíba, analisar o fundo do lago e desenvolver um projeto de sinalização. Os estudos já foram autorizados pela Marinha e são necessários para autorizar as viagens de catamarã no trecho. O levantamento deve levar mais 30 dias para ser finalizado. A Metroplan garante dar início à operação logo que receber o laudo.

Os estudos foram adiados porque foi preciso trazer equipamentos específicos do Rio de Janeiro. As empresas vão receber R$ 70 mil para realizar o trabalho. A tarifa do catamarã deve custar R$ 7,30 do BarraShoppingSul até o Centro de Porto Alegre.

Bookmark and Share