Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
13ºC
Amanhã
16º 20º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

06/03/2014 16:33 - Atualizado em 06/03/2014 17:22

Fortunati sanciona projeto de ampliação do Clínicas

Hospital terá a capacidade de atendimento ampliada em 70%

Projeto, assiando pelo prefeito, foi uma alternativa da prefeitura para viabilizar a construção<br /><b>Crédito: </b> Luciano Lanes / PMPA / Divulgação / CP
Projeto, assiando pelo prefeito, foi uma alternativa da prefeitura para viabilizar a construção
Crédito: Luciano Lanes / PMPA / Divulgação / CP
Projeto, assiando pelo prefeito, foi uma alternativa da prefeitura para viabilizar a construção
Crédito: Luciano Lanes / PMPA / Divulgação / CP

O prefeito José Fortunati sancionou na tarde desta quinta-feira o projeto de lei que garante a expansão do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). Aprovado na tarde da última quarta na Câmara de Vereadores por 30 votos favoráveis e uma abstenção, o projeto foi uma alternativa da prefeitura para viabilizar a construção de dois prédios contíguos à estrutura original. O texto, indeferido pelo Conselho do Patrimônio Histórico Cultural (COMPAHC), infringia duas leis municipais: do Plano Diretor e do Inventário referente ao Patrimônio Histórico.

Em relação às compensações ambientais a serem desenvolvidas devido aos impactos gerados pela obra, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) realizará estudos para a definição das medidas mitigadoras e compensatórias. Uma emenda aprovada ontem reforça o cumprimento do decreto municipal que regula as compensações ambientais.

A titular do Escritório de Licenciamento e Regularização Fundiária, Ana Pellini, está articulando com as pastas para tentar acelerar o processo burocrático. Pellini acredita que até o final do mês será possível entregar as autorizações para o início da construção. 

Como ficará o Hospital com a expansão

Nos dois prédios já projetados pelo HCPA, que ampliam sua área em 70%, haverá novas instalações para unidades críticas, como a Emergência e o Bloco Cirúrgico. O Centro de Tratamento Intensivo passará dos atuais 54 para 110 leitos. A emergência, que atualmente conta com cerca de 1,7 mil m² de área, ficará com mais de 5 mil m².

O ambulatório, que oferece diariamente 1,2 mil consultas a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o Estado, será ampliado e modernizado. Hemodinâmica, hospital-dia, endoscopia e fisiatria são outros exemplos de áreas assistenciais a serem beneficiadas. Como hospital universitário da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), que forma e especializa profissionais de saúde, o HCPA também investirá na ampliação de salas de aula e outros espaços para atividades didáticas.

Com a futura transferência de algumas áreas para os prédios novos, haverá, ainda, liberação de espaços no edifício principal. Nestes, o Clínicas estima que poderá instalar mais 150 leitos de internação.

Outra dificuldade hoje enfrentada pelos usuários será amenizada: cada um dos novos prédios terá dois subsolos com estacionamento, ampliadas as atuais 180 vagas disponibilizadas à comunidade externa para 772. A previsão de término das obras é de três anos e meio. O Consórcio Tratenge-Engeform será responsável pelo projeto.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.