Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 11/03/2014
  • 18:06
  • Atualização: 18:23

Emater volta a obter certificado de filantropia durante os próximos três anos

Governador Tarso Genro desabafou dizendo que “irá voltar a dormir tranquilamente”

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

A Emater/Ascar-RS está isenta de pagar contribuições sociais e trabalhistas durante os próximos três anos, confirmou na tarde desta terça-feira a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campelo. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva realizada no Palácio Piratini.

A entidade gaúcha recebeu o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas-Filantropia) referente a umo requerimento de 2003. A medida pode ser renovada, porém não extingue o passivo de cerca de R$ 2 bilhões referentes às cobranças de débitos feitas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Desde 1992, a Emater vem acumulando débitos de tributos previdenciários devido a perda da condição de filantropia.

O governador Tarso Genro comemorou o anúncio e informou que a possibilidade de extinção da Emater, em função da dívida, estava tirando seu sono. “Esta notícia vai me fazer dormir melhor hoje porque se é uma das preocupações recorrentes que eu tinha quando acordava à noite era a possibilidade de que Emater viesse a ser extinta, esta notícia que a ministra trouxe nos desafoga”, comemorou.

Um grupo de trabalho, composto por integrantes do governo estadual e federal, também foi criado pra analisar ao longo destes próximos três anos as possibilidades de sanar os problemas financeiros e estruturais.

A Emater-RS conta conta com mais de 2,4 mil funcionários e oferece insumos e auxílio técnico para agricultores familiares, quilombolas, pescadores artesanais, indígenas e assentados, em um total de mais de 250 mil famílias assistidas.

Bookmark and Share


TAGS » Emater