Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 13/03/2014
  • 18:15
  • Atualização: 18:47

Rússia não quer guerra com Ucrânia, diz embaixador russo

Vitali Churkin participou de reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas

Homens armados cercam a base militar ucraniana | Foto: Filippo Monteforte / AFP / CP

Homens armados cercam a base militar ucraniana | Foto: Filippo Monteforte / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

"A Rússia não quer uma guerra" com a Ucrânia, afirmou nesta quinta-feira o embaixador russo na ONU, Vitali Churkin, durante uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, na presença do primeiro-ministro interino ucraniano, Arseni Yatseniuk. Churkin disse a Yatseniuk que não foi Moscou que "iniciou a espiral de violência" que levou a região de maioria russa da Crimeia a declarar sua independência de maneira unilateral e a organizar um referendo no próximo domingo sobre sua anexação à Rússia.

Respondendo "diretamente" a Yatseniuk, Churkin acusou os europeus e os Estados Unidos de terem provocado essa crise, incitando os ucranianos a "derrubar pela força o governo legítimo" do então presidente pró-russo Viktor Yanukovytch. O embaixador russo também defendeu o referendo de domingo, afirmando que é resultado do vazio legal na Crimeia, consequência, segundo ele, do "golpe anticonstitucional do governo em Kiev", em fevereiro passado.

Bookmark and Share