Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
13º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

14/03/2014 14:55 - Atualizado em 14/03/2014 15:10

Rússia afirma que um drone americano foi interceptado na Crimeia

Segundo comunicado divulgado nesta sexta o avião não tripulado fazia reconhecimento do local

A companhia estatal russa de armamentos Rostekhnologuii (Rostec) afirmou que um avião de reconhecimento dos Estados Unidos foi interceptado em alta altitude acima da Crimeia, em um comunicado divulgado nesta sexta-feira. "O drone (avião não-tripulado) estava voando a cerca de 4.000 metros e estava praticamente invisível a partir do chão.

Foi possível quebrar a ligação com seus operadores americanas graças a um complexo combate rádio-eletrônico Avtobaza", segundo a Rostec.

O aparelho efetuou uma manobra de descida e "caiu quase intacto nas mãos das forças de auto-defesa" da Crimeia, acrescentou a Rostec, que informa ser o fabricante do sistema de combate eletrônico usado, mas não especifica quem o utilizou.

"O drone MQ-5B faz parte, a julgar pelo número de identificação, da 66ª brigada de reconhecimento militar americana, com base na Baviera", indica a Rostec, que publicou uma foto do aparelho em seu site.

O comunicado, no entanto, não está mais disponível para consulta em http://rostec.ru/news/4412.  A Crimeia abriga em Sevastopol a frota russa no Mar Negro. Milhares de homens armados, presumivelmente soldados russos, foram implantados no final de fevereiro no território, onde Moscou apoia a realização de um referendo no domingo sobre sua anexação à Rússia.

Bookmark and Share


Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.