Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 19/03/2014
  • 23:57
  • Atualização: 07:36

Médicos aderem à paralisação de 48h da Saúde da Capital

Mobilização deve ocorrer a partir da próxima quarta-feira

  • Comentários
  • Correio do Povo

O médicos dos hospitais de Pronto Socorro (HPS) e do Materno Infantil Presidente Vargas(HMIPV) e dos pronto atendimentos Cruzeiro do Sul (PACS), Bom Jesus e Lomba do Pinheiro resolveram em assembleia na noite desta quarta-feira, integrar a paralisação de 48h que foi proposta pelo Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (SIMPS).

A paralisação deve durar das 8h da próxima quarta-feira, dia 26, até 8h da sexta-feira, 28. Além dos médicos, funcionários dos postos de saúde também podem aderir à mobilização por melhores condições de trabalho. Os municipários declaram que não são atendidos pela prefeitura para negociar a pauta de reivindicações, que inclui o adicional de insalubridade grau máximo, solução para o corte do repouso remunerado e abertura de novos concursos públicos para suprir a carência de profissionais nas unidades, além da convocação dos já aprovados em concursos vigentes.

Bookmark and Share