Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 20/03/2014
  • 11:55
  • Atualização: 12:02

Pistorius vende casa onde namorada morreu para pagar custas judiciais

Atleta sul-africano é julgado pelo assassinato de ex-modelo

Oscar Pistorius poderá vender casa em que namorada foi assassinada | Foto: Siphiwe Sibeko / AFP / CP

Oscar Pistorius poderá vender casa em que namorada foi assassinada | Foto: Siphiwe Sibeko / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O atleta paralímpico sul-africano Oscar Pistorius venderá a casa em Pretória onde matou a tiros sua namorada Reeva Steenkamp, em 14 de fevereiro de 2014, para cobrir as custas judiciais do processo, indicou nesta quinta-feira seu advogado, Brian Webber.

• Pistorius encomendou seis armas antes da morte de namorada
• Ex-policial diz que peritos do caso Pistorius teriam manipulado arma sem luvas

"É necessário vender a casa de Pistorius na residência Silver Woods Country em Pretória e obter os fundos necessários para cobrir os gastos com a justiça, que são crescentes", disse Weber em comunicado.

O caso de Oscar Pistorius


Oscar Pistorius é acusado de matar a tiros Reeva Steenkamp, sua namorada, no dia 14 de fevereiro de 2013. O atleta, no entanto, nega que o ato foi proposital e afirma que disparou contra ela por engano ao ter confundido Reeva com um ladrão escondido no banheiro.

O astro responde em liberdade pelo crime e já foi inclusive autorizado a realizar viagens internacionais. O paratleta também está apto a disputar competições, mas o próprio optou por não competir na atual temporada para focar na defesa do caso. Além da acusação de assassinato de Reeva, Pistorius ainda foi indiciado por violar a Lei de Controle de Armas de Fogo.

Em Londres-2012, Pistorius se tornou o primeiro atleta com as duas pernas amputadas a competir com atletas sem deficiências.

Bookmark and Share