Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 20/03/2014
  • 16:39
  • Atualização: 16:56

Prefeitura espera receber R$ 424 milhões até o fim do mês para tocar obras paradas

Porto Alegre foi retirado do cadastro de inadimplentes

Recurso federal ajudará na conclusão de obras de Porto Alegre | Foto: Anselmo Cunha / PMPA / CP

Recurso federal ajudará na conclusão de obras de Porto Alegre | Foto: Anselmo Cunha / PMPA / CP

  • Comentários
  • Samuel Vettori / Rádio Guaíba

A prefeitura de Porto Alegre espera receber até o final do mês os R$ 424 milhões necessários para concluir as obras pensadas de início para a Copa do Mundo, mas que foram retiradas da matriz de responsabilidades para o Mundial. Na quarta, a Capital saiu da lista do Planalto que relaciona municípios inadimplentes. O repasse está sendo aguardado desde a metade de janeiro, quando foram assinados os contratos de financiamento.

De acordo com a Secretaria de Gestão, o município não era devedor, mas a comunicação do pagamento de um débito quitado em 2009, por motivo desconhecido, pode não ter chegado aos organizadores do cadastro de inadimplentes. A etapa foi concluída e agora não há mais entraves para a liberação, sustenta a pasta.

As obras estão praticamente paradas. Houve a concentração dos recurso disponíveis para as construções do entorno do Beira-Rio, que vai sediar jogos da Copa do Mundo. A escolha foi feita para não haver risco de a Capital ficar de fora do Mundial. Do conjunto de obras que deveria ficar pronto antes do torneio, só deve ser concluído o que estiver nas região do estádio do Inter e o viaduto ao lado da rodoviária.

Conjunto 1:
BRT - Avenida Protásio Alves - início março 2012
BRT - Avenida João Pessoa - início setembro 2012
BRT - Avenida Bento Gonçalves - início em março 2012
Custo: R$ 246,7 milhões
Previsão de conclusão dos corredores: agosto de 2014

Conjunto 2:
Implantação de viaduto entre a Júlio de Castilhos e a Castelo Branco e Implantação de estação de ônibus com acesso subterrâneo para eliminar o "X" da Rodoviária
Início: agosto de 2012
Custo: RS 31,5 milhões
Previsão de conclusão: maio de 2014;
Estação Especial: Lançamento do Edital de Licitação para fevereiro. Não há prazo para conclusão

Conjunto 3:
Duplicação da avenida Edvaldo Pereira Paiva e obras na avenida Padre Cacique:
Extensão de 5,8 km (Gasômetro até o Viaduto da Pinheiro Borda), Ciclovia, Estacionamento no trecho entre a Rótula das Cuias e a Usina do Gasômetro, Ponte sobre o Arroio Dilúvio, Implantação de viaduto
Início: julho de 2010
Custo RS 119,2 mihões;
Previsão de conclusão: todas as obras do entorno do Estádio da Copa devem ficar prontas em maio.

Conjunto 4:
Duplicação da Avenida Tronco - Reassentamento de 1,4 mil famílias
Início: outubro de 2012
Custo: R$ 156 milhões;
Previsão de conclusão: em 2015

Conjunto 5:
Prolongamento da avenida Severo Dullius
Início: setembro de 2011
Segundo a Prefeitura: em obras.
Custo: R$ 83 milhões;
Previsão de conclusão: 2015

Conjunto 6:
Implantação de cinco Obras de Arte na III Perimetral:
Passagem Subterrânea Viária av. Ceará sob av. Farrapos. Previsão de conclusão: 2015
Passagem Subterrânea Viária rua Anita Garibaldi sob av. Carlos Gomes. Previsão de conclusão: final de 2014
Passagem Subterrânea Viária av. Cristóvão Colombo sob av. Dom Pedro II. Previsão de conclusão: em 2015
Viaduto rua Salvador França / av. Aparício Borges x av. Bento Gonçalves. Previsão de conclusão: final de 2014
Viaduto av. Augusto Meyer / av. Carlos Gomes x av. Plínio Brasil Milano. Previsão de conclusão: em 2015
Início desse conjunto de obras ocorreu em janeiro de 2013
Custo: R$ 194,1 milhões

Conjunto 7:
Duplicação da rua Voluntários da Pátria;
- Trecho 1 - Autorizações judiciais foram concedidas para realizar as demolições dos imóveis desapropriados. Estão sendo realizadas as demolições para que a equipe de Arqueologia faça o trabalho de investigação. Depois disso, a obra prossegue.
- Trecho 2 - Dificuldade com as desapropriações, aguardando decisão judicial.
Custo: R$ 95,3 milhões
Início: agosto de 2012
Previsão de conclusão do viaduto: 2015

Conjunto 8:
Monitoramento Operacional de Corredores de ônibus:
Vai ser implantado em três corredores: avenida Tronco, Terceira Perimetral e Padre Cacique. Redes de fibra óptica transmitirão dados, além de infraestrutura de ITS (Intelligent Transportation Systems). O centro de controle vai ficar junto ao Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic).
Previsão de conclusão: 2015

Bookmark and Share