Correio do Povo

Porto Alegre, 26 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
18º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/03/2014 12:06 - Atualizado em 21/03/2014 12:32

Quênia legaliza poligamia para homens com ou sem aprovação das esposas

Texto ainda tem que ser promulgado pelo presidente

Os deputados do parlamento queniano votaram uma lei que permite aos homens casar com quantas mulheres quiserem, sem a necessidade de aprovação de sua primeira esposa, ocasionando a revolta das mulheres presentes, que abandonaram o plenário.

A proposta de lei, adotada de última hora, formaliza no direito queniano uma lei de direito consuetudinário. Originalmente, o texto dava a possibilidade às esposas de se oporem à decisão de seu marido de casar com várias mulheres. Mas os parlamentares homens de todas as tendências políticas uniram forças para abandonar esta cláusula.

"Quando você se casa com uma mulher africana, deve saber que haverá uma segunda, uma terceira. Isso é a África", explicou um dos deputados, Junet Mohamed, citado pela rádio Capital FM. Como em muitos países africanos, no Quênia a poligamia é uma prática comum. O texto deve ainda ser promulgado pelo presidente para entrar em vigor.

Bookmark and Share


Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.