Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 21/03/2014
  • 22:56
  • Atualização: 23:08

Obama se reúne com Zuckerberg para discutir reforma na Inteligência

Fundador do Facebook contou que manifestou "frustração a danos gerados pelo governo"

Obama escutou Zuckerberg e demais executivos de Internet  | Foto: Pete Souza / Casa Branca / Divulgação CP

Obama escutou Zuckerberg e demais executivos de Internet | Foto: Pete Souza / Casa Branca / Divulgação CP

  • Comentários
  • AFP

O presidente americano, Barack Obama, reuniu-se nesta sexta-feira com executivos de grandes grupos de internet para conversar sobre sua reforma na Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês), órgão que tem sido bastante criticado por seus programas de vigilância global das comunicações eletrônicas.

Participaram da reunião o presidente do Conselho administrativo do Google, Eric Schmidt, e o fundador e presidente do Facebook, Mark Zuckerberg. O encontro foi organizado para continuar "dialogando sobre questões de vida privada e de Inteligência", informou a Casa Branca.

O presidente "reiterou o compromisso de seu governo de tomar medidas que possam dar aos usuários uma maior confiança no fato de que seus direitos estão protegidos, ao mesmo tempo em que se preservam ferramentas importantes para nossa segurança".

No Facebook, Mark Zuckerberg contou que comunicou a Obama "sua frustração em relação aos danos gerados pelo governo". "Infelizmente, parece que teremos de esperar muito antes de uma verdadeira reforma", destacou. Na semana passada, ele havia telefonado para Obama e manifestado seu mal-estar com as últimas revelações feitas pelo ex-analista Edward Snowden sobre a espionagem da NSA.

Segundo o Executivo, também estavam na reunião o presidente do grupo de vídeos on demand Netflix, Reed Hastings, o do site de armazenamento na nuvem Dropbox, Drew Houston, o do Palantir, Alexander Karp, assim como o da Box, Aaron Levie. 


Bookmark and Share