Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

  • 23/03/2014
  • 09:35
  • Atualização: 10:58

Satélites franceses localizam objetos que podem ser do Boeing

Avião da Malaysia Airlines desapareceu há duas semanas quando fazia a rota entre Kuala Lumpur e Pequim

  • Comentários
  • AFP

A Malásia indicou neste domingo que havia recebido novos dados de satélite da França indicando objetos
flutuantes na principal área de buscas pelo avião da Malaysia Airlines no Oceano Índico.

O Ministério dos Transportes indicou que a informação tinha sido transmitida às autoridades australianas que estão à frente das buscas pelo avião, agora focadas em uma estreita faixa de oceano de 2.500 quilômetros, a sudoeste de Perth, na Austrália.

O ministério malaio havia informado que os dados mais recentes vieram em forma de imagens, mas o Ministério das Relações Exteriores da França esclareceu depois que eles tinham sido recebidos com "ecos de radar gerados por satélite".

Um eco de radar é um sinal eletrônico que contém informações sobre a localização e a distância do objeto, que rebate o sinal.

De acordo com o comunicado francês, os objetos estavam flutuando a cerca de 2.300 quilômetros de Perth.

Ele indica que a França pode aumentar a capacidade de seu satélite para manter as buscas na zona.

O Boeing 777 do voo MH370 desapareceu há duas semanas com 239 pessoas a bordo quando fazia a rota entre Kuala Lumpur e Pequim. A maioria dos passageiros é de nacionalidade chinesa.


Bookmark and Share