Porto Alegre, domingo, 21 de Dezembro de 2014

  • 25/03/2014
  • 15:31
  • Atualização: 15:33

Nicolás Maduro anuncia captura de três generais

Segundo presidente da Venezuela, militares pretendiam se rebelar contra o governo

Presidente venezuelano disse que militares possuíam vínculos diretos com setores da oposição | Foto: Leo Ramirez / AFP / CP

Presidente venezuelano disse que militares possuíam vínculos diretos com setores da oposição | Foto: Leo Ramirez / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Três generais da Força Aérea venezuelana que pretendiam se rebelar contra o governo foram capturados, anunciou nesta terça-feira o presidente Nicolás Maduro em uma reunião com chanceleres da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) em Caracas sobre os protestos opositores, que já deixaram 34 mortos. "Capturamos três generais da aviação que vínhamos investigando graças à poderosa moral de nossas Forças Armadas. Três generais que pretendiam se rebelar contra o governo legitimamente constituído", disse Maduro sem revelar os nomes dos militares, aos quais acusou de
ter "vínculos diretos com setores da oposição".

Maduro afirma que os três generais já foram apresentados ante um tribunal militar e que se descobriu "a tentativa de golpe de Estado" graças à "consciência dos oficiais que denunciaram alarmados que eles os estavam convocando a pegar em armas".

"Este grupo capturado tem vínculos diretos com setores da oposição e diziam que esta semana que se inicia seria decisiva", acrescentou.

A Venezuela é sacudida desde 4 de fevereiro por protestos de estudantes e opositores que Maduro denuncia como "um golpe de Estado contínuo" de setores da oposição com apoio de governos estrangeiros como Estados Unidos e Colômbia.

Bookmark and Share


TAGS » Venezuela, Mundo