Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 25/03/2014
  • 23:44
  • Atualização: 23:52

RS seguirá com predomínio de sol nesta quarta-feira

Manhã será amena, mas aquecimento é rápido, com máximas acima dos 30°C em vários pontos

  • Comentários
  • Metsul

O sol predomina no Rio Grande do Sul mais uma vez nesta quarta-feira, mesmo com a presença de nuvens no Estado. Uma maior presença de nebulosidade é esperada no Leste do Estado, nas áreas junto à Lagoa dos Patos e próximas da costa. Nestes pontos até chuva breve e muito isolada não pode ser afastada.

É provável a formação de bancos localizados de nevoeiro na madrugada e no começo da manhã, que deverá ter temperatura amena, mas aquecimento rápido. Por conta disso, a tarde deverá ser de calor em algumas regiões. Novamente, áreas do Centro e do Noroeste serão as mais quentes.

As mínimas rondam os 10°C em São José dos Ausentes e 11°C em Vacaria. As máximas, por sua vez, podem chegar a 32°C em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 17°C e 30°C.

Furacão Catarina

Expressão popular na língua inglesa diz: "if it looks like a duck, quacks like a duck and walks like a duck, it's a duck", ou “se parece um pato, grasna como um pato, e anda como um pato, é um pato”. Há exatos 10 anos, nesta data, em 26 de março de 2004, um ciclone atípico formou um olho à medida que avançava do meio do oceano em direção ao litoral do Sul do Brasil.

A evolução, simetria e características do sistema eram de um furacão. Mas como poderia ser um furacão se a literatura técnica dizia não ser possível que se formasse um no Atlântico Sul? Confrontados com algo inédito, nossos técnicos da MetSul buscaram o parecer dos maiores especialistas do mundo, telefonando para o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. A resposta foi enfática: “é sim um furacão”.

Naquela tarde de 26 de março de 2004, às 17h, 30 horas antes do furacão Catarina começar a trazer destruição, nosso meteorologista Luiz Fernando Nachtigall assinava o primeiro alerta de furacão pela MetSul. O maior desafio de previsão até hoje.

Bookmark and Share