Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 26/03/2014
  • 15:09
  • Atualização: 15:11

Pentágono alerta para aumento de soldados russos na fronteira com a Ucrânia

Americanos esperam que os russos cumpram com sua palavra de não invadir o país

  • Comentários
  • AFP

A Rússia continua a enviar soldados para a fronteira com a Ucrânia, afirmou nesta quarta-feira o chefe do Pentágono, Chuck Hagel, que lembrou Moscou de seu compromisso de não ultrapassar a fronteira.

Hagel indicou que na quinta-feira passada avisou ao seu colega russo, Serguei Choigu, que os americanos "esperam que os russos cumpram com sua palavra". "Mas a realidade é que continuam reforçando as suas tropas", explicou durante uma coletiva de imprensa junto ao ministro da Defesa britânico, Philip Hammond.

"Eu lhe perguntei especificamente por que os russos têm reforçado sua fronteira ocidental (com a Ucrânia) e quais eram suas intenções. Ele me disse que não tinham a intenção de ultrapassar a fronteira", ressaltou o ministro. Segundo um funcionário do Pentágono, cerca de 20 mil soldados russos estão concentrados na fronteira com a Ucrânia, equipados com o necessário para uma operação militar. Esta informação foi negada no domingo pela Rússia.

No entanto, Hammond lembrou que "todos os indícios mostram que é o presidente (Vladimir) Putin quem decide pessoalmente" todas as questões, inclusive militares. "Os demais atores russos, entre eles Choigu, podem expressar seu ponto de vista, mas não sabemos em que medida todas essas pessoas fazem realmente parte do círculo de confiança de Putin", acrescentou.

Bookmark and Share