Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 27/03/2014
  • 08:03
  • Atualização: 08:26

“Saúde piora a cada ano”, reconhece vereador de Porto Alegre

Presidente da comissão de Saúde e Meio Ambiente admitiu que Legislativo terá que intervir

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Nesta quinta-feira pelo menos seis hospitais e três pronto atendimentos de Porto Alegre são atingidos por greves deflagradas por servidores municipais da saúde e funcionários do Grupo Hospital Conceição (GHC). O presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara de Vereadores, vereador Thiago Duarte, reconheceu que a situação é crítica. “A comissão tem feito um trabalho de visita ‘in loco’ aos hospitais e aos pronto atendimentos e tem vislumbrado um cenário completamente caótico e uma saúde que piora a cada ano”, declarou em entrevista à Rádio Guaíba.

O vereador relatou o fechamento de leitos no Hospital de Pronto Socorro da Capital (HPS) e denunciou a tentativa de mudança da missão do HPS que, segundo ele, foi concebido para atendimento de trauma e de emergência clínica. “O secretário (Casartelli) vem a público e diz para as pessoas não procurarem o nosso Pronto Socorro”, afirmou.  O vereador também relatou fechamento de vagas no Hospital Presidente Vargas. “O quarto andar da pediatria está completamente fechado. São 38 leitos ‘criminosamente’ fechados”, avaliou.

“Nós estivemos no pronto atendimento da Bom Jesus e havia pacientes tuberculosos no meio de outros”, denunciou o vereador. “Com a chegada da comissão, a secretaria (municipal da Saúde) mandou uma ambulância e retirou os doentes”, relatou.

Para tentar resolver o problema, a Câmara de Vereadores, além das visitas, está fazendo relatórios que são encaminhados ao Executivo. “Sem dúvida, vai ter que encaminhar para outros órgãos e a Câmara vai ter que dar um passo à frente”, admitiu o vereador. “Se não resolver, em conjunto com a população, nós vamos ter de tomar condutas mais graves”, projetou.

Bookmark and Share