Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 27/03/2014
  • 15:41
  • Atualização: 15:46

Ucrânia diz que Rússia tem 100 mil militares na fronteira

Segundo a autoridade ucraniana, Rússia pretende estimular o sentimento separatista em outras regiões do país

 Rússia colocou 100 mil militares ao longo da fronteira com o país | Foto: Dmitry Serebryakov / AFP / CP

Rússia colocou 100 mil militares ao longo da fronteira com o país | Foto: Dmitry Serebryakov / AFP / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil

O presidente do Conselho de Segurança Nacional da Ucrânia, Andriy Parubiy, disse nesta quinta às autoridades americanas que a Rússia colocou 100 mil militares ao longo da fronteira com o país. O número é superior aos 20 mil homens estimados pelos Estados Unidos.

“Quase 100 mil militares estão estacionadas junto à fronteira. Estão prontos para atacar há várias semanas”, disse Parubiy, em uma videoconferência. “As tropas russas não estão só na Crimeia, estão ao longo de toda a fronteira. No Norte, no Leste, no Sul”.

Segundo a autoridade ucraniana, a Rússia, após ter anexado a Crimeia, pretende estimular o sentimento separatista em outras regiões. A Ucrânia teme uma incursão militar a Leste do país. Ele disse que a Ucrânia se prepara para uma invasão a qualquer momento.

A estimativa de 20 mil homens na fronteira foi feita pelo Pentágono. O número incluía unidades aéreas e veículos blindados. Mas a Rússia continuou a deslocar mais tropas para a região.

Na quarta, o presidente interino da Ucrânia, Olexander Tuchinov, pediu ao Parlamento a aprovação de exercícios militares com parceiros da Organização do Tratado do Atlântico Norte. A aliança militar ocidental poderia responder a um ataque russo, caso seus Estados-Membros concordem. Se os exercícios forem aprovados, as tropas americanas poderiam ficar mais próximas das forças russas na península da Crimeia.

Bookmark and Share