Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 28/03/2014
  • 12:00
  • Atualização: 12:12

Dilma prega tolerância zero à violência contra a mulher, via Twitter

Presidente comentou pesquisa que revelou pensamento machista do brasileiro

  • Comentários
  • Correio do Povo

A presidente da República Dilma Rousseff denfendeu nesta sexta-feira, via Twitter, tolerância zero à violência contra a mulher. Por meio da conta @dilmabr, ela comentou a pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que revelou que 65% dos brasileiros entrevistados concordam com a frase "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas".

Segundo Dilma, a pesquisa mostrou que a sociedade brasileira ainda tem muito que avançar no combate à violência contra a mulher. "O resultado deixa claro o peso das leis e das políticas públicas no combate à violência contra a mulher. #Respeito #LeiMariaDaPenha", postou a presidente. Para Dilma, o estudo também indicou que governo e sociedade devem trabalhar juntos para atacar a violência contra a mulher "dentro e dos lares".

A pesquisa apontou que o pensamento machista ainda governa a percepção dos brasileiros nos casos de violência contra a mulher. Apesar de a imensa maioria dos entrevistados (91%) avaliar que homens que batem nas companheiras devem ir para a cadeia, nos casos de assédio e estupro, a culpa foi atribuída às mulheres. 

Bookmark and Share