Porto Alegre, domingo, 26 de Outubro de 2014

  • 28/03/2014
  • 15:36
  • Atualização: 16:29

Fidel divulga conversa inédita com Chávez de 2002

Encontro entre dois líderes ocorreu após golpe na Venezuela

Chávez era bastante amigo de Fidel Castro | Foto: AFP / CP

Chávez era bastante amigo de Fidel Castro | Foto: AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O líder cubano Fidel Castro divulgou nesta sexta-feira uma conversa que manteve em 2002 com Hugo Chávez depois do golpe de Estado que afastou por 72 horas o então presidente venezuelano do poder.  “É preciso fazer um filme sobre isso”, afirmou Fidel a Chávez em um longo bate-papo por telefone em 14 de abril de 2002, depois que o presidente venezuelano retomou o poder.

A transcrição da conversa foi publicada nesta sexta-feira em um folheto de oito páginas. Na conversa, Fidel classifica de impressionantes as imagens da volta de Chávez ao Palácio de Miraflores em Caracas, sob o olhar da multidão: “São imagens impressionantes, o rosto das pessoas, a alegria. Algo que nunca vi, Chávez! É como um quadro, uma pintura. É preciso fazer um filme sobre isso”, declarou Fidel.

Também sugeriu uma investigação sobre os golpistas, a quem chamou de “fascistas” e “filhos da p...”. “Sim, já mandei investigar”, respondeu Chávez, que também prometeu a Fidel fazer todo o possível para não dar a seu ídolo "outro susto e outra tristeza".

Na conversa, Chávez relata detalhes dos momentos de amargura e confusão que viveu durante as 72 horas em que ficou isolado por um golpe que, segundo ele, poderia ter resultado “numa guerra civil” e a alegria que sentiu ao saber que havia fracassado.

“Que dia, Fidel! Estou... é uma coisa incrível, incrível! Eu ainda estou processando as coisas”, disse Chávez. “Olha, parece que uma mão divina te ajudou”, comentou Fidel. “Bom, o povo, amigo, Deus e o povo”, respondeu Chávez.

Bookmark and Share