Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
14º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

29/03/2014 14:22 - Atualizado em 29/03/2014 14:23

Putin pede a Obama que apresente proposta dos EUA para a Ucrânia

Presidente russo voltou a ressaltar que não tem planos de invadir país vizinho

Presidente russo voltou a ressaltar que não tem planos de invadir país vizinho<br /><b>Crédito: </b> Alexei Nikolsky / AFP / CP
Presidente russo voltou a ressaltar que não tem planos de invadir país vizinho
Crédito: Alexei Nikolsky / AFP / CP
Presidente russo voltou a ressaltar que não tem planos de invadir país vizinho
Crédito: Alexei Nikolsky / AFP / CP

O presidente russo, Vladmir Putin, pediu neste sábado ao chefe de Estado norte-americano, Barack Obama, para apresentar uma proposta com o objetivo de pôr fim à crise na Ucrânia, que teme uma invasão da parte oriental após a perda da Crimeia.

A proposta estará sujeita a negociações diretas entre os chefes da diplomacia dos dois países, John Kerry e Sergei Lavrov, respetivamente, de acordo com a Presidência americana. Em Nova Iorque, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, disse ter recebido garantias de Putin de que ele "não tem intenção de realizar quaisquer operações militares no Sul ou no Leste da Ucrânia".

As autoridades militares americanas estimam em 20 mil o número de soldados russos ao longo da fronteira, enquanto Kiev calcula que o total de soldados russos passe de 100 mil. A diplomacia russa acusa os dirigentes ocidentais de estarem mal informados e acrescenta que as inspeções internacionais feitas em março perto da fronteira não detectaram quaisquer preparativos de agressão.

O contato telefônico entre Obama e Putin, por iniciativa de presidente russo, foi o primeiro desde que Washington impôs novas sanções a dirigentes russos e a um banco. O presidente Barack Obama ameaçou atacar setores-chave da economia russa caso Moscou não mudasse de atitude, tendo dedicado grande parte da visita feita esta semana à Europa à busca de aliados contra as tentativas do Kremlin.

Bookmark and Share

Fonte: Agência Brasil






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.