Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 31/03/2014
  • 07:50
  • Atualização: 07:55

Ex-primeiro-ministro israelense é condenado por corrupção

Ehud Olmert foi considerado culpado por ter recebido subornos em duas ocasiões

Ehud Olmert foi condenado por corrupção | Foto: Dan Bality / AFP / CP

Ehud Olmert foi condenado por corrupção | Foto: Dan Bality / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O tribunal do distrito de Tel Aviv condenou o ex-primeiro-ministro Ehud Olmert em um novo caso de corrupção.
Esta é a primeira vez que um ex-chefe de governo é condenado por suborno, naquele que é considerado um dos escândalos mais graves de corrupção na história de Israel.

De acordo com o Canal 1 (estatal), Olmert foi considerado culpado de ter recebido subornos em dois casos separados, um deles vinculado à construção em Jerusalém de um enorme complexo residencial chamado Holyland, quando era prefeito da cidade (1993-2003).

Em 2010, Olmert foi designado como suspeito importante no caso Holyland. A justiça desconfiava que ele havia recebido subornos por um valor total de 1,5 milhão de shekels (430.000 dólares), mas a promotoria reduziu a quantia recebida à metade.

Depois de ser prefeito de Jerusalém, Olmert foi ministro de várias pastas, incluindo Comércio e Indústria, antes de virar chefe de Governo a partir de 2006. Renunciou em setembro de 2008, depois que a polícia recomendou o indiciamento em vários casos de corrupção.

Bookmark and Share