Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 01/04/2014
  • 10:20
  • Atualização: 10:42

Rússia anuncia fim do desconto no gás vendido à Ucrânia

Medida eleva valor do combustível em mais de 40%

  • Comentários
  • Agência Brasil

A empresa estatal russa de gás natural Gazprom anunciou nesta terça-feira o fim do desconto no gás vendido à Ucrânia. A medida eleva o preço pago pelo governo ucraniano em mais de 40%, passando a 385,50 dólares  para cada mil metros cúbicos de gás importado. O preço anterior (268 dólares) tinha sido acertado em dezembro passado com o então presidente Viktor Ianukóvitch, deposto em fevereiro.

O desconto era dado em troca do aluguel da base de sua frota no Mar Negro. No dia 21 de março, após a anexação formal da Crimeia, península estratégica onde fica a base, a Rússia anunciou a suspensão do desconto. O acordo, firmado em abril de 2010, estabelecia um desconto de100 dólares para cada mil metros cúbicos de gás comercializados pela Rússia para a Ucrânia.

Há duas semanas, o primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, disse que, além de suspender o desconto, o governo russo cobraria judicialmente o pagamento de uma compensação no valor de 11 bilhões de dólares equivalentes ao desconto aplicado nos últimos quatro anos.


Bookmark and Share