Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

  • 01/04/2014
  • 12:11
  • Atualização: 12:21

Banco Mundial duplica capacidade de crédito a países emergentes

Objetivo da instituição seria auxiliar na redução da pobreza

  • Comentários
  • AFP

O Banco Mundial (BM) duplicará sua capacidade global de empréstimo aos países emergentes, como Brasil e México, na esperança de alcançar o objetivo de erradicar a pobreza extrema até 2030, anunciou seu presidente nesta terça-feira.

"Agora temos a capacidade de quase duplicar nossos empréstimos anuais aos países com rendas intermediárias, de 15 bilhões de dólares a um máximo de 28 bilhões", confirmou Jim Yong Kim durante um discurso em Washington.

Países como Brasil, México e China teriam acesso a partir deste ano a 19 bilhões de dólares em empréstimo cada um, enquanto até agora esta cifra era de 2,5 bilhões de dólares. A capacidade de empréstimo da Índia alcançaria os 20 bilhões de dólares. Com esta mudança em uma década, o Banco Mundial elevará sua capacidade de empréstimo a quase 300 bilhões de dólares, afirmou Kim, enquanto que atualmente esse total é de 100 bilhões.

"Este aumento da contundência financeira não tem precedentes no BM", acrescentou o presidente da instituição, enfatizando que o objetivo é a luta contra a pobreza.

Segundo os dados do Banco Mundial, dois terços das pessoas que vivem com menos de 1,25 dólar no mundo estão concentradas em cinco países, incluindo economias emergentes como Índia e China. O organismo busca também adiantar-se à concorrência de outros atores das políticas de desenvolvimento, tanto privados como públicos.


Bookmark and Share