Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 01/04/2014
  • 18:50
  • Atualização: 19:47

Polícia vai ouvir sobreviventes para desvendar chacina em Porto Alegre

Três pessoas morreram e duas seguem internadas depois de serem baleadas na zona Sul

Polícia vai ouvir sobreviventes para desvendar chacina em Porto Alegre | Foto: Fabiano do Amaral

Polícia vai ouvir sobreviventes para desvendar chacina em Porto Alegre | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A Polícia Civil segue sem pistas sobre a autoria de três homicídios ocorridos em uma chacina registrada, na noite dessa segunda-feira, na zona Sul da Capital. De acordo com o titular da 4ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (4ª DPPA), Rodrigo Garcia, as razões para as mortes no bairro Alto Teresópolis seguem desconhecidas, mas depoimentos de dois sobreviventes, além de pessoas que vivem próximas ao local das execuções, podem ajudar a elucidar os crimes.

Conforme Garcia, as investigações começaram com conversas informais no local da chacina. Os depoimentos oficiais devem ocorrer ainda nesta semana. Dois homens em uma moto dispararam de 10 a 15 tiros de pistola .40, arma de uso restrito às forças policiais, matando dois jovens, de 14 e 17 anos, que não tiveram os nomes revelados, além de Cassiano Gomes Ferraz, de 28 anos.

Seguem internados no Hospital de Pronto Socorro um jovem de 17 anos, baleado na boca, e um jovem de 18 anos, que levou um tiro na perna direita.

Bookmark and Share