Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
14º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

03/04/2014 13:03 - Atualizado em 03/04/2014 13:14

FEE divulga que Idese apresenta maior índice já registrado

Comparado ao valor atingido em 2010, houve aumento de 4% durante o período 2007/2010

O Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese) dos municípios gaúchos, dos Coredes, e das microrregiões do Rio Grande do Sul, referentes a 2007 a 2010 foram divulgados nesta quinta-feira pela Fundação de Economia e Estatística (FEE). O economista Thomaz Kang, da FEE, que apresentou os dados, destacou que o Rio Grande do Sul apresentou Idese de 0,727 em 2010. Esse é o maior valor da série histórica, que começou em 2007, quando se registrou Idese de 0,699 no Estado.

Comparado ao índice atingido em 2010, houve aumento de 4% durante o período 2007/2010. Considerando a classificação do índice em alto (acima de 0,800), médio (entre 0,500 e 0,799) e baixo (abaixo de 0,499) nível de desenvolvimento, verifica-se que o Estado apresenta, ainda, nível médio de desenvolvimento.

Segundo Kang, o aumento foi majoritariamente puxado pela expansão do bloco renda do Idese, que cresceu 6,1% no período. Educação, com elevação de 4,2%, e saúde, com crescimento de 2%, também colaboraram para os resultados positivos no período.

O bloco renda do Idese, em 2010, apresentou índice de 0,724. Em 2007, o índice desse bloco foi de 0,682, resultando em um aumento de 6,1% no período 2007/2010. Esse bloco é dividido em apropriação de renda e geração de renda. O sub-bloco apropriação de renda obteve índice de 0,726 em 2010 para o RS. O outro sub-bloco, geração de renda, apresentou índice de 0,721 para o Estado em 2010.

O bloco saúde obteve os melhores resultados de acordo com o novo Idese, com índice de 0,803 em 2010. O resultado em 2007 foi ligeiramente inferior (0,788), o que significa um crescimento de 2% do índice durante o período 2007/2010. Ao se analisarem os três sub-blocos (longevidade, condições gerais de saúde e saúde materno-infantil) em 2010, o sub-bloco longevidade foi o que mais contribuiu para o bom resultado do bloco, apresentando índice de 0,842.

O município de Carlos Barbosa, lidera o ranking do Idese em 2010, com índice de 0,848. O município, que tinha 25.192 habitantes em 2010, conforme a FEE, é caracterizado por apresentar altos indicadores em todas as áreas avaliadas pelo Idese. Destaque no desempenho no bloco de renda, com índice 0,873, levando-o a ocupar a terceira colocação no ranking. A primeira posição obtida pelo município é apoiada pelos bons resultados nos blocos educação e saúde.

Jaquirana aparece como o município de menor Idese (0,521) em 2010. Outros municípios que se destacam negativamente no Idese são Alvorada (0,552), e Caraá (0,566).

Bookmark and Share


Fonte: Claudio Isaías / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.