Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 03/04/2014
  • 15:33
  • Atualização: 15:48

Samu garante que atendeu paciente na Lomba do Pinheiro

Após morte de idosa, filho depredou duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência

Ambulâncias da Samu sofreram vandalismo nesta manhã  | Foto: Mauro Schaefer

Ambulâncias da Samu sofreram vandalismo nesta manhã | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

Depois do registro de vandalismo a duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), cometido na manhã desta quinta-feira pelo filho de uma idosa que faleceu, a Secretaria Municipal da Saúde emitiu nota esclarecendo a paciente recebeu atendimento adequado.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o Samu recebeu a ligação pedindo socorro para a paciente às 8h19min e a ambulância chegou ao local às 8h38min. O comunicado garante que a equipe já encontrou a idosa de 70 anos em parada cardio-respiratória e procedeu às tentativas de reanimação, mas em seguida constatou que ela havia morrido.

Seguindo o protocolo nesses casos, o Samu acionou uma segunda ambulância de atendimento avançado, que chegou ao local às 8h42min. O médico da unidade constatou a morte. Diante da hostilidade manifestada por moradores do local, os socorristas se abrigaram nas ambulâncias. Houve vandalismo contra os dois veículos, que tiveram espelhos e janelas quebrados. A ocorrência foi registrada pelas equipes no posto mais próximo da Brigada Militar (BM).

O Samu reiterou que todos os procedimentos de atendimento foram efetuados dentro do padrão e lamenta que, por conta dos atos de vandalismo, duas ambulâncias tenham sido retiradas de serviço, sem previsão para retornarem às ruas da Capital. Os dois veículos ficarão nas dependências do Palácio da Polícia, para serem submetidos à perícia técnica.

Bookmark and Share