Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
15º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/04/2014 12:53 - Atualizado em 04/04/2014 12:56

Reajuste na tarifa de táxis de Porto Alegre pode chegar a 8%

Novas tabelas devem passar a vigorar em 30 de abril, segundo Sintáxi

Com pedido de reajuste protocolado no dia 2 de abril, a tarifa do sistema de táxis da Capital sofrerá reajuste, que poderá chegar a 8%, tendo como base o Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M). Para o Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi) a previsão é de que no dia 30 de abril as tabelas com os novos valores sejam entregues aos taxistas pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). O pedido foi encaminhado à Prefeitura, seguindo a Lei Municipal que estabelece o reajuste da tarifa de táxi, com base no IGPM, com periodicidade de no mínimo 12 meses.

Segundo o diretor-presidente do Sintáxi, Luiz Nozari, a bandeira 1, que hoje é de R$ 2,11 pode chegar em torno de R$ 2,26, e a bandeirada inicial, que é de R$ 4,22, por volta de R$ 4,50, dependendo do cáculo e das análises que a EPTC desenvolverá. “É um reajuste anual e que não causará problemas ou diminuição da procura pelo serviço”, comentou Nozari. Se aprovado o reajuste, haverá mudanças também nas demais tarifas do sistema de táxis, como hora parada, sacola de supermercado, volume de mão e mala, grandes volumes e animais de estimação de pequeno é médio porte. Volumes de mão e mala, de acordo com a Lei Municipal, são os objetos com dimensões de até 115 centímetros, somadas a largura, o comprimento e a altura (volumes de mão), e com dimensões de até 172 centímetros (mala).

No entanto, o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, explicou que só será possível definir o aumento exato após as análises feitas pela coordenação de tarifa e, logo após, pelo setor jurídico da EPTC. “Primeiro precisamos calcular e analisar, mas a probabilidade é de que no final de abril já tenhamos um resultado”, explicou Cappellari.

Após a aprovação do reajuste, que é feita, em etapa final, pelo Prefeito, cada veículo receberá duas tabelas, sendo que uma será fixada no vidro lateral do veículo, visível para o usuário, e a outra é de uso do motorista. O valor de cada corrida será obtido através da relação entre o valor apresentado no taxímetro com seu respectivo correspondente na tabela. O serviço de táxi da Capital é um dos mais baratos, comparados as cidades-sede da Copa do Mundo.

Bookmark and Share


Fonte: Jézica Bruno / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.