Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Saúde

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

07/04/2014 11:38 - Atualizado em 07/04/2014 16:42

Posto de saúde arrombado suspende vacinação

Centro de Saúde Santa Marta, no Centro da Capital, perdeu todo o estoque

Posto de saúde foi arrombado durante madrugada<br /><b>Crédito: </b> André Mello / Especial / CP
Posto de saúde foi arrombado durante madrugada
Crédito: André Mello / Especial / CP
Posto de saúde foi arrombado durante madrugada
Crédito: André Mello / Especial / CP

O arrombamento ocorrido no posto de saúde Santa Marta, no Centro de Porto Alegre, provocou a perda de todo o estoque de vacinas do local, o equivalente a quase 2 mil doses. O maior quantitativo, de 530 doses, se refere à imunização contra Hepatite B. Em relação às doses contra o HPV, a perda chegou a 226 unidades. Também foram inutilizadas vacinas de Penta (contra difteria, tétano, coqueluche e sarampo), Pólio Oral (poliomielite), Anti-tetânica, DPP (difteria, tétano, coqueluche), Febre Amarela, Tetra Viral (sarampo, rubéola, coqueluche), Pneumo (meningite e doenças pulmonares graves), BCG (tuberculose) e Retrovirus.

Além das doses, também foram perdidos os diluentes, necessários para aplicação de algumas imunizações. Por esse motivo, foram suspensas todas as vacinações no posto.

A orientação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) é para que os pacientes que precisarem de aplicações procurem o Centro de Saúde Modelo, localizado na esquina da Avenida João Pessoa com Jerônimo de Ornellas, no bairro Santana. Ainda não há previsão de retomada do serviço no Santa Marta.

A SMS informou que a invasão foi percebida na manhã desta segunda-feira, quando os funcionários chegaram para o trabalho. Os ladrões alcançaram a marquise do primeiro andar subindo por uma árvore e arrombaram a grade de uma janela do setor de vacinas.

Na procura por objetos de valor, os criminosos deixaram abertas as geladeiras onde eram estocadas todas as vacinas que são aplicadas no Santa Marta. Por ter ficado várias horas em temperatura ambiente, as doses tiveram que ser descartadas.

Foram roubados do local lençóis, mantas térmicas (utilizadas para atendimento de urgência), instrumentos usados por médicos e enfermeiros nas consultas, como termômetros, alicates, objetos pessoais dos servidores e uma cadeira de escritório.

Bookmark and Share


Fonte: Camila Kila / Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.