Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 09/04/2014
  • 09:56
  • Atualização: 10:11

Inflação oficial avança 0,92% em março, segundo IBGE

IPCA foi puxado principalmente pelos alimentos

  • Comentários
  • AE

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 0,92% em março, segundo divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa é superior à observada em fevereiro (0,69%) e também em março do ano passado (0,47%).

A taxa foi puxada principalmente pelos alimentos, que tiveram uma inflação de 1,92%. No ano, o IPCA acumula taxa de 2,18%. O índice acumulado em 12 meses é 6,15%. Entre os produtos que tiveram as maiores altas de preço em março estão a batata-inglesa (35,05%), tomate (32,85%), feijão-carioca (11,81%), hortaliças e verduras (9,36%), ovo de galinha (8,21%) e leite longa vida (5,17%). Também registraram altas o cafezinho (3,32%), o óleo de soja (3,23%), carnes (2,25%), frutas (1,96%), farinha de trigo (1,07%) e pão francês (0,68%).

O grupo de despesas transportes também teve contribuição importante para a inflação de março, com taxa de 1,38%. As passagens aéreas foram o item individual que mais pesou no IPCA do mês, com inflação de 26,49% em março. Outros itens com aumento de preços foram o etanol (4,07%), a gasolina (0,67%) e o automóvel novo e usado (0,78%).

Dos nove grupos de despesa que compõem o IPCA, apenas comunicação registrou deflação (queda de preços) de 1,26%. Os demais, assim como alimentos e transportes, tiveram aumento de preços: despesas pessoais (0,79%), educação (0,53%), saúde e cuidados pessoais (0,43%), artigos de residência (0,38%), habitação (0,33%) e vestuário (0,31%).

Bookmark and Share