Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 09/04/2014
  • 11:40
  • Atualização: 12:03

PF descobre depósito com farto armamento e munições em Passo Fundo

Pavilhão pertence a advogado suspeito de lesar milhares de pessoas

PF apreendeu farto armamento | Foto: Lucas Cidade / Rádio Uirapuru / Divulgação / CP

PF apreendeu farto armamento | Foto: Lucas Cidade / Rádio Uirapuru / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Acácio Silva / Correio do Povo

Agentes da Polícia Federal (PF) descobriram na manhã desta quarta-feira um depósito em Passo Fundo, no Planalto Médio, com milhares de processos judiciais, farto armamento, inclusive de uso restrito, e munições de diferentes calibres. O pavilhão – que pertence a um advogado suspeito de lesar milhares de pessoas – fica na rua do Retiro, vila Lucas Araújo. 

O pavilhão estava fechado e com o alarme ligado. A empresa responsável pelo sistema foi chamada para desligá-lo, pois não havia ninguém no local. Segundo o delegado Mário Luiz Vieira, ao entrarem no depósito, os policiais ficaram surpresos com a existência de milhares de processos judiciais arquivados, além de armas como fuzil, escopetas com silenciadores e espingardas calibre 12. 

O delegado não acredita na existência de documentos do armamento. Segundo ele, agora o advogado deve ser investigado por outros crimes, como contrabando de armas e munições de uso restrito, mas a polícia ainda faz o levantamento do material apreendido no depósito.

O advogado tem prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele é suspeito de liderar uma quadrilha desarticulada em 21 de fevereiro durante a Operação Carmelina, desencadeada pela PF. A quadrilha é acusada de lesar mais de 30 mil pessoas no Rio Grande do Sul com valores superiores a R$ 100 milhões. O grupo ajuizava ações contra a Brasil Telecon e, nos casos em que obtinha vitória, não repassa os valores aos clientes ou pagava uma quantia bem inferior ao determinado pela Justiça.

O advogado estaria foragido nos Estado Unidos com a mulher e outros familiares. Ele, inclusive é procurado pelo FBI – a polícia federal americana.

Bookmark and Share