Correio do Povo

Porto Alegre, 31 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
16º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/04/2014 16:49 - Atualizado em 09/04/2014 16:57

Cuba planeja criar redes sociais próprias

Objetivo do país é combater ações dos Estados Unidos para desestabilizar o governo

Cuba planeja criar suas próprias redes sociais. Conforme uma autoridade cubana, a iniciativa serviria para combater as ações de plataformas como o "Zunzuneo", criadas pelo governo dos Estados Unidos com finalidades "subversivas" contra a ilha.

"Nossa ideia é que ninguém tenha que inventar um serviço para os nossos usuários", mas que "a empresa possa fornecer todos os serviços possíveis para evitar coisas do tipo", declarou o chefe do Departamento de Segurança da companhia estatal de telecomunicações Etecsa, Daniel Ramos.

O Zunzuneo foi implementado em 2009 pela Usaid, uma agência do governo americano que financia programas sociais em países em desenvolvimento, como uma plataforma alternativa para troca de mensagens com o objetivo de desestabilizar o governo cubano, segundo revelaram em 3 de abril investigações da imprensa em Washington.

Essa rede, destinada à distribuição de mensagens por celular, chegou a ter 68 mil membros, de acordo com a Usaid, que nega tê-la criado como parte de uma operação secreta. O serviço encerrou suas operações em 2012, por falta de financiamento.

Ramos afirmou que o Zunzuneo, como outra rede similar chamada Piramideo, ainda está ativo. Ele "foi criado para atacar as redes cubanas", denunciou, acrescentando que a Etecsa investiga a forma com que essas plataformas acessam bancos de dados de clientes da empresa.

A "Etecsa condena o uso ilegal dos serviços de telecomunicações contra suas redes de usuários", declarou, após indicar que "todos esses eventos provocam a sobrecarga da capacidade da rede de telefonia móvel de Cuba", "ameaçando a qualidade do serviço".

Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.