Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
10ºC
Amanhã
17º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

10/04/2014 15:19 - Atualizado em 10/04/2014 15:24

Tarso garante que União irá renegociar dívida do RS ainda em 2014

Segundo o governador, não há risco do projeto ser rejeitado no plenário do Senado

Segundo o governador, não há risco do projeto ser rejeitado no plenário do Senado<br /><b>Crédito: </b> Arquivo / aBr / CP
Segundo o governador, não há risco do projeto ser rejeitado no plenário do Senado
Crédito: Arquivo / aBr / CP
Segundo o governador, não há risco do projeto ser rejeitado no plenário do Senado
Crédito: Arquivo / aBr / CP

O governador Tarso Genro comemorou nesta quinta, a aprovação em duas comissões do Senado do projeto de lei que muda o indexador da dívida de estados e municípios com a União. Tarso também garantiu que já há acordo da base aliada para aprovar o projeto no plenário o que, segundo ele, ocorre ainda este ano. Ele destacou também a importância da aprovação para os investimentos do Estado.

O governador associou a renegociação da dívida aos projetos de governo que serão apresentados pelas forças políticas para as próximas eleições. Segundo ele, é preciso que cada força política do Estado apresente projetos de transição para os próximos quatro anos.

"A única coisa que demandamos é que seja aprovado este ano e como está. O governo concordou. O governo agora vai ver o momento mais conveniente", afirmou.

O projeto de lei complementar muda o fator de correção das dívidas de IGP-DI (Índice Geral de Preços, Disponibilidade Interna) mais 6% ao ano para IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) mais 4% ou Selic (o que for menor).

Para o Rio Grande do Sul, segundo o governo do Estado, a mudança vai fazer com que o estoque da dívida até 2028 caia cerca de R$ 15 bilhões, além de reabrir o espaço fiscal, já no primeiro ano, para a tomada de empréstimos. Atualmente, o saldo devedor supera a marca de R$ 43 bilhões, e os repasses fazem elevar a receita corrente líquida gaúcha acima do limite legal.

Sobre a candidatura à reeleição ao governo do Estado, Tarso afirmou que o anúncio oficial sobre se deve ou não disputar o pleito ocorre no fim de semana.

Bookmark and Share


Fonte: Gabriel Jacobsen / Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.