Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 10/04/2014
  • 18:28
  • Atualização: 18:39

Dnit usará projeto pré-aprovado para agilizar licenças da segunda ponte do Guaíba

Órgão se reuniu nesta quinta com a Fepam para debater formas de agilizar documentação

  • Comentários
  • Samuel Vettori / Rádio Guaíba

 Representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) informaram nesta quinta, à Fepam que o projeto pré-aprovado pelo órgão para a construção da segunda Ponte do Guaíba será a base para a obra. A opção vai agilizar a liberação de licenças, disse o presidente da Fepam, Nilo Silva. A fundação já analisou projeto entregue em 2010 pela Concepa, que teve recusada a proposta de criar mais uma passagem em troca da ampliação do prazo de concessão da BR 290.

O criação e análise do estudo feito pela Concepa demorou um ano e quatro meses. Silva não quis falar em prazos para a entrega das próximas licenças, mas revelou que a opção por escolher um projeto pré-aprovado “vai reduzir bastante” o tempo de análise. A primeira reunião para discutir as licenças ambientais necessárias para a construção da segunda ponte foi realizada na Capital.

A construção depende também do reassentamento de 850 famílias de moradores das ilhas e das vilas Areia e Tio Zeca atingidos pelo projeto. O contrato para a construção da ponte foi assinado no dia 31 de março, em Brasília.

Saiba mais

Obra da nova ponte do Guaíba terá 7,3 quilômetros de extensão
Dnit evita falar em pedágio para manutenção da segunda ponte do Guaíba
Nova ponte do Guaíba gera apreensão em famílias


Bookmark and Share