Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 14/04/2014
  • 14:32
  • Atualização: 14:47

Instituto de Cardiologia amplia unidade de ecocardiografia fetal e pediátrica

Capacidade anual aumentará dos atuais 7,3 mil atendimentos para 9,7 mil

  • Comentários
  • Correio do Povo

Com uma área de 100 metros quadrados, a Unidade de Ecocardiografia Fetal e Pediátrica do Instituto de Cardiologia (IC), foi reinaugurada nesta segunda-feira em Porto Alegre. O superintendente geral do IC, Alberto Beltrame, destacou que o espaço permitirá a ampliação da capacidade de atendimento para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), particulares e convênios. “Estamos oferecendo um ambiente mais humanizado e agradável para as gestantes e crianças que utilizam o serviço”, explicou.

A unidade estará em funcionamento a partir do dia 22. O chefe da Unidade de Cardiologia Fetal, Paulo Zielinsky, ressaltou que a ampliação do setor incluiu a construção de uma nova sala de atendimento - passando de três para quatro.

Com o objetivo de proporcionar mais conforto para as mães, foi construído uma sala de espera com 20 lugares. “A capacidade anual para cumprir a demanda será de 30% superior, passando dos atuais 7,3 mil atendimentos para 9,7 mil ao ano”, acrescentou. Segundo Zielinsky, a Sociedade Brasileira de Cardiologia recomenda que o ecocardiograma fetal seja incluído no pré-natal de todas as gestações. O exame monitora o desenvolvimento do coração do feto antes do nascimento do bebê.

Conforme Zielinsky, a Unidade Fetal do Instituto de Cardiologia, inaugurada em 1993, foi a primeira da América Latina especializada na prevenção, diagnóstico e no tratamento de doenças do coração fetal. O investimento nas obras chegaram a R$ 500 mil uma parceria entre o Instituto de Cardiologia, a Fapergs e o Ministério da Saúde. Parte dos recursos, cerca de R$ 200 mil foram utilizados na remodelação da área física, e o restante na compra de equipamentos.

Bookmark and Share