Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 15/04/2014
  • 09:51
  • Atualização: 10:27

Dnit aguarda projeto para cabeamento aéreo da Rodovia do Parque

BR 448 já teve 50% do material de iluminação furtados

  • Comentários
  • Dico Reis / Rádio Guaíba

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) aguarda, para esta semana, o projeto de transferência dos cabos de energia elétrica para uma rede aérea na BR 448, a Rodovia do Parque, que desde a sua conclusão já teve cerca de 50% do cabeamento subterrâneo furtados. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, após a chegada do projeto ao Estado, deve ser feita a licitação para o serviço.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou apedrejamentos de veículos durante a noite nos locais mais escuros da rodovia. Apesar disso, nenhuma ocorrência de assalto, porém, foi denunciada, segundo o chefe da Comunicação Social, inspetor Alessandro Castro. O policiamento da área é feito por uma viatura que percorre toda a extensão e, nos horários de pico, passa pela BR 116 para auxiliar no patrulhamento local.

A estrada, que tem 22 quilômetros de extensão, fica às escuras à noite em um trecho de 12 quilômetros: do km 0 ao 1, do km 3,5 ao 4, do km 8 ao 9, do km 10 ao 15, do km 16 ao 20, e do km 21,5 ao 22, sobre a ponte estaiada. A PRF, que atualizou no dia 10 de abril o mapa dos pontos sem luz, afirma que o Dnit é o responsável pela iluminação e deve resolver o problema.

Três mortes em dois meses

No trecho que liga a ponte à freeway, três mortes ocorreram em dois meses, incluindo um atropelamento, à noite, de um motorista que havia descido do carro para checar uma pane no motor. Desde que a Rodovia do Parque foi entregue, no fim de dezembro, o cabeamento foi substituído duas vezes, mas o material voltou a ser furtado. O Dnit espera que, assim que o cabeamento aéreo for instalado, as prefeituras assumam a conservação do material.

Bookmark and Share


TAGS » Estradas, Geral, Dnit