Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 17/04/2014
  • 21:16
  • Atualização: 21:34

Cai intenção de voto, mas presidente Dilma lidera pesquisa Ibope

Aprovação e confiança do governo também oscilaram em apuração realizada em março

Dilma lidera pesquisa de Ibope  | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

Dilma lidera pesquisa de Ibope | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

  • Comentários
  • AE

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira mostra uma perda ligeira de votos da presidente Dilma Rousseff para as eleições de 2014 nas questões estimuladas. Dilma recuou de 40% das intenções de votos na pesquisa anterior para 37% nos cenários com dez candidatos e também reduziu sua votação de 43% para 39% na simulação com três nomes para o pleito de outubro.

Na pesquisa espontânea, Dilma manter 23% das menções da pesquisa. O questionário foi aplicado entre 10 e 14 de março para 2.002 eleitores, com margem de erro estimada em dois pontos percentuais, para mais ou menos.

No primeiro cenário, a presidente teve 37% das escolhas contra 14% de Aécio Neves e 6% de Eduardo Campos. Os votos em branco e nulos somariam 24%. Também estavam no questionário Pastor Everaldo, Randolfe Rodrigues, Denise Abreu, Eymael, Levy Fidélix, Mauro Iasi e Eduardo Jorge.

Em um segundo cenário, com Marina Silva no lugar de Eduardo Campos, Dilma seguiria com 37%. seguida de Aécio Neves com 14% e Marina Silva com 10%. Brancos e nulos totalizariam 23%.

Na simulação com três candidatos apenas, Dilma acumularia 39% dos votos. Aécio Neves teria 16% e Eduardo Campos 8%. Marina obteria 13% no lugar de Eduardo Campos, enquanto Aecio Neves cairia para 15% neste cenário.

Segundo turno

O Ibope também avaliou hipótese em que o ex-presidente Lula fosse alçado candidato no lugar de Dilma. Neste caso, teria 42% das intenções de voto, contra 17% de Aécio Neves e 6% de Eduardo Campos.

Também foram testados cenários possíveis em um eventual segundo turno. Em uma disputa entre Dilma e Aécio Neves, a atual presidente tem 43% das intenções de voto, contra 22% do senador mineiro. Votos brancos e nulos somam 26% e os indecisos, 9%.

Na disputa com Marina Silva, Dilma também leva vantagem, com 41% das menções, ante 25% da ex-senadora. Votos brancos e nulos totalizam 24% e os que não sabem em quem votar ou preferem não responder, 10%.

Em um segundo turno com Eduardo Campos, a presidente permanece na liderança, com 44% das intenções de voto, enquanto o governador pernambucano é citado por 17% dos eleitores. Votos brancos e nulos somam 28% e os indecisos, 12%.

Aprovação da presidente oscila


A pesquisa Ibope aponta que a avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) oscilou de 36% para 34% em relação à divulgada em março. No mesmo período, a sondagem registrou uma oscilação dentro da margem de erro de 36% para 34% dos que consideram o seu governo regular. E o percentual dos que avaliam a administração Dilma Rousseff como ruim ou péssima subiu de 27% para 30%.

Na mostra, a confiança na presidente Dilma caiu de 48% para 44% e o porcentual dos que não confiam na petista subiu de 47% para 51%.O levantamento foi feito entre 10 e 14 de abril com 2.002 pessoas em 140 municípios. A margem de erro máxima é de 2 pontos porcentuais.

Bookmark and Share