Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
13º 20º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

18/04/2014 19:20 - Atualizado em 22/04/2014 12:25

Parmalat e Líder fazem recall de mais de 300 mil caixas de leite

Produto foi fabricado entre 13 e 14 de fevereiro

A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon) confirmou que a LBR – Lácteos Brasil S/A e a Líder Alimentos do Brasil S/A – protocolou campanha de chamamento para substituição ou ressarcimento de mais de 300 mil caixas de 1 litro dos produtos Leite Parmalat UHT Integral e Leite Líder UHT Integral, fabricados entre 13 e 14 de fevereiro. Traços de formol foram encontrados nesses lotes.

De acordo com as empresas, a campanha de chamamento, com início em 21 de março, abrange 101.220 litros de produtos Parmalat colocados no mercado de consumo, com numeração de lote, não sequencial, compreendida entre os intervalos L11D00S1 a L11F23S1.

Já os produtos Líder abrangem 199.800 caixas colocadas no mercado de consumo, com numeração de lote compreendida entre os intervalos A LOB 11, B LOB 9, C LOB 17, D LOB 04, A LOB 12, B LOB 19, C LOB 18 e D LOB 14.

O Código de Defesa do Consumidor estabelece que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

Denúncia partiu do MP gaúcho

Na metade de março, o Ministério Público (MP) Estadual deflagrou a quarta etapa da Operação Leite Compen$ado. Essa fase iniciou em fevereiro quando o MP recebeu documentação do Ministério da Agricultura confirmando que, das 53 amostras de leite cru coletadas no posto de resfriamento do laticínio O Rei do Sul, localizado em Condor, no Noroeste gaúcho, 12 apresentaram a presença de formol.

Parte do leite impróprio foi entregue à LBR, de Tapejara, empresa de laticínios que enviou 101 mil litros de leite contaminados às unidades da empresa em Guaratinguetá, São Paulo, e mais 199 mil litros do produto, também contaminado, à cidade de Lobato, no Paraná.

O responsável pelo silo de resfriamento da empresa O Rei do Sul, Odir Pedro Zamadei, de 64 anos, foi detido. No dia 20, a Associação Gaúcha de Supermercados orientou os associados a interromperem a venda do leite das marcas Parmalat e Líder.

A descoberta de que o leite adulterado chegou a Porto Alegre ocorreu após a denúncia de consumidor que levou ao Ministério Público amostra de leite Parmalat contaminado com formol. A própria empresa reconheceu o lote como alvo de adição de substâncias tóxicas. O produto, fabricado em 13 de fevereiro na planta da LBR em Guaratinguetá, em São Paulo, foi adquirido em um supermercado da Capital.

Bookmark and Share

Fonte: Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.