Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 19/04/2014
  • 10:43
  • Atualização: 10:49

Quatro guias permanecem desaparecidos após avalanche no Everest

Acidente matou pelo menos 12 pessoas na montanha

Quatro guias permanecem desaparecidos após avalanche no Everest | Foto: Prakash Mathema / AFP / CP

Quatro guias permanecem desaparecidos após avalanche no Everest | Foto: Prakash Mathema / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

As equipes de resgate prosseguem neste sábado com as buscas aos quatro guias nepaleses desaparecidos na sexta-feira após uma avalanche no Monte Everest, que matou pelo menos 12 pessoas. Os guias preparavam o local para receber os alpinistas durante a alta temporada no momento do acidente, que teve o maior número de mortos na história da maior montanha do mundo.

"Não há nenhuma possibilidade de encontrar com vida as quatro pessoas desaparecidas. Estão soterradas sob a neve há 24 horas", declarou o funcionário do ministério nepalês do Turismo Dipendra Paudel. Apesar da declaração, Paudel disse que não tinha condições de confirmar um balanço de 16 mortos.

A avalanche aconteceu às 6h45min locais de sexta-feira a 5,8 mil metros de altitude, em uma área próxima da geleira de Khumbu. Dawa Tashi Sherpa, um dos sete guias que conseguiram escapar da tragédia, fez um relato da tragédia. "Um bloco gigantesco de gelo chegou do nada e caiu sobre nós", disse.

Sherpa lembrou que tentou escapar da avalanche. "Quis correr, mas não tive tempo. Estávamos presos", completou o guia de 22 anos e que está internado em um hospital de Katmandu, para onde foi levado de avião após o resgate.

Bookmark and Share