Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
4ºC
Amanhã
23º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/04/2014 18:24 - Atualizado em 21/04/2014 18:30

Pai de Bernardo só terá registro cassado se for condenado pelo uso ilegal da Medicina

Corpo do filho de Leandro Boldrini foi encontrado há uma semana enterrado, escondido em um matagal

O médico Leandro Boldrini, suspeito de participar do assassinato do filho Bernardo Uglioni Boldrini, de 11 anos, pode ter o registro profissional cassado se for comprovado que usou a medicina para cometer o crime. O julgamento pelo Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) só deve ocorrer se ele for julgado pela morte e condenado pela justiça.

O presidente do Cremers, Fernando Matos, explicou que a suspensão cautelar do exercício da Medicina é outra hipótese que pode ser aplicada ao caso, mas só se ficar comprovado que o médico sofre de algum tipo de problema mental, o que ainda não foi cogitado pela Polícia. Nesse caso, ele fica impedido de trabalhar por um período determinado até a reavaliação.

Caso seja julgado e condenado pela morte do filho, mas sem o uso dos conhecimentos médicos para cometer o crime, Boldrini não vai ser impedido de trabalhar, podendo exercer atividade, inclusive, dentro da prisão. O presidente comentou não recordar de casos no Rio Grande do Sul de cassação do diploma por envolvimento com crime, mas lembrou que a cada ano de uma a duas suspensões cautelares ocorrem.

O corpo de Bernando foi encontrado em um matagal de Frederico Westphalen, na segunda-feira da semana passada. Ele era considerado desaparecido há dez dias. A família vivia em Três Passos, distante cerca de 100km do local. A investigação suspeita que a causa da morte tenha sido uma injeção letal. Além do pai do menino, Leandro Boldrini; a madrasta do garoto, Graciele Ugulini; e a amiga do casal, Edelvania Wirganovicz; são suspeitas do crime e estão presas.

Colaborou: Wagner Machado

Bookmark and Share


Fonte: Samuel Vettori / Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.