Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 22/04/2014
  • 16:05
  • Atualização: 14:04

Polícia amplia investigação sobre morte do publicitário Lairson Kunzler

Assaltantes envolvidos podem integrar quadrilha com até 15 pessoas

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

A Polícia Civil suspeita que os assaltantes envolvidos na morte do publicitário Lairson Kunzler, ocorrida no dia 24 de fevereiro deste ano em Porto Alegre, integrem uma quadrilha de roubos composta por até 15 pessoas. A investigação foi ampliada depois que a Justiça determinou a soltura de um dos suspeitos, por falta de provas. Com isso, o inquérito retornou à delegada Áurea Regina Hoeppel, da 6ª DP da Capital.

A delegada ainda segue aguardando laudos da perícia para tentar elucidar a morte de Kunzler. Ela ratificou a participação dos três indiciados, inclusive de Jaerson Martins de Oliveira, de 41 anos, que foi solto pela Justiça. A defesa do suspeito apresentou, como álibi, um vídeo no qual ele aparece trabalhando em uma empresa no dia no crime.

Testemunha foi chave para desvendar morte de empresário
Polícia tenta entender trajetória do empresário antes do crime

Além do exame de veracidade do vídeo, a investigação espera o resultado de outros laudos periciais que podem revelar as digitais dos envolvidos. De acordo com a delegada Áurea, as períciais devem chegar à DP nos próximos dez dias.

Bookmark and Share