Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 24/04/2014
  • 18:17
  • Atualização: 18:18

"Vovó do tráfico" é presa pela terceira vez em Cachoeirinha

Mulher de 64 anos foi encontrada com 20 pedras de crack

  • Comentários
  • Fernanda Pugliero / Correio do Povo

Conhecida pelos moradores da Cachoeirinha como a “vovó do tráfico”, uma mulher de 64 anos foi presa, por volta do meio-dia desta quinta, em operação do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc). A partir de uma investigação da 3ª Delegacia Regional do Denarc foi cumprido mandado de busca e apreensão na casa da mulher, que residia na rua Araponga, número 70, no bairro Vista Alegre, em Cachoeirinha. Ela foi encontrada com 20 pedras de crack e R$ 1.080 em dinheiro.

A mulher ficava sentada em uma cadeira, entre a porta de sua casa e a grade que a separa da rua, vendendo a droga pelo portão. Segundo o delegado do Denarc, Rafael Pereira, esse é funcionamento normal do sistema de pequenos traficantes. “O fornecedor entrega a droga para venda em pequenos lotes. Só distribui mais quando necessário para evitar que, no caso de uma apreensão, se perca muito material.”

Cada pedra de crack é vendida por cerca de R$ 5. O delegado calcula que, pela quantidade de dinheiro encontrado com a mulher, ela tenha vendido pelo menos 200 pedras em meio turno. “Imagina quanto que ela fatura até o final do dia. Mas é obvio que ela não fica com todo o dinheiro. Deve lucrar cerca de 1 real por pedra”, informa Pereira. A “vovó” já foi presa duas outras vezes e tem dois inquéritos na polícia, um por tráfico e outro por associação ao tráfico.


Bookmark and Share


TAGS » Polícia, Tráfico