Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

24/04/2014 20:32 - Atualizado em 24/04/2014 21:04

Protesto contra aumento da passagem termina de forma pacífica na Capital

Centenas de pessoas se concentraram na prefeitura e encerraram manifestação na Cidade Baixa

Manifestação reuniu cerca de 300 pessoas na capital<br /><b>Crédito: </b> Fabiano do Amaral / CP
Manifestação reuniu cerca de 300 pessoas na capital
Crédito: Fabiano do Amaral / CP
Manifestação reuniu cerca de 300 pessoas na capital
Crédito: Fabiano do Amaral / CP

Terminou por volta das 20h15min desta quinta-feira novo protesto capitaneado pelo Bloco de Luta pelo Transporte Público em Porto Alegre. Cerca de 300 pessoas caminharam pelo Centro da Capital para reclamar do aumento da passagem de ônibus e exigir mudanças no transporte coletivo. O grupo se reuniu cerca de uma hora e meia antes de iniciar sua marcha em frente à prefeitura.

Por volta das 19h40min, o movimento deixou o Paço Municipal e seguiu pelas ruas centrais da cidade, em direção à Cidade Baixa, onde ocorre bloqueio das principais vias. O ato foi pacífico, apesar de ocorrerem algumas provocações de mascarado. Por cerca de 10 minutos, os manifestantes fecharam o cruzamento entre a Borges de Medeiros e a Salgado Filho no Centro. Ônibus que percorrem o trecho tiveram de ser desviados até o grupo desocupar a área.

O protesto nesta quinta é sem carro de som, mas há uma bateria similar a uma torcida organizada. A Brigada Militar (BM) apenas acompanha a movimentação. As vias no Centro da cidade já foram liberadas, confome informações do Centro Integrado de Comando da Capital.

Em março, reajuste de R$ 0,15 foi sancionado pelo prefeito, José Fortunati, e  elevou a R$ 2,95 o preço da passagem. Duas ações judiciais e um recurso no Tribunal de Justiça já tentaram, sem sucesso, reverter o aumento. O Bloco de Luta segue reunindo assinaturas para embasar um projeto de lei que municipaliza o serviço. Para que a proposta tramite na Câmara, são necessárias 53 mil assinaturas.

Com informações do repórter Nildo Júnior


Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.