Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

25/04/2014 13:25 - Atualizado em 25/04/2014 13:27

Aneel prevê regras de ciclo tarifário até abril de 2015

Processo tem como objetivo analisar o equilíbrio econômico-financeiro da concessão

O procurador-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Ricardo Brandão, afirmou nesta sexta-feira que as regras do quarto ciclo tarifário das distribuidoras devem ficar prontas antes de seu início, em abril de 2015, diferentemente do que ocorreu no anterior. "A nossa expectativa é ter o conjunto de regras já aprovado antes do início do ciclo, diferentemente do que ocorreu no último ciclo. No primeiro ano do terceiro ciclo, a regra não estava pronta ainda", disse durante o evento Setor Elétrico - Cenário Atual e Perspectivas, promovido pela Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro (AmCham Rio).

Segundo Brandão, esse é um "mote" que está na agenda da Aneel, "fechar a definição da metodologia antes do início do ciclo". Ele não soube precisar, no entanto, se isso ocorrerá já neste ano. O processo de Revisão Tarifária Periódica tem como principal objetivo analisar, após um período previamente definido no contrato de concessão (geralmente de quatro anos), o equilíbrio econômico-financeiro da concessão.

O diretor da Aneel, José Jirhosa Júnior, disse hoje que existe capacidade de geração descontratada suficiente para cobrir a demanda descontratada estimada em mais de 3,3 GW médios, e que será negociada em leilão no próximo dia 30. Mas ele lembrou que cabe a cada empresa decidir se entra ou não no leilão. Jirhosa citou a Petrobras, Furnas e Chesf entre as companhias com oferta descontratada. Segundo ele, a lista dos habilitados deve ser publicada ainda hoje.

O leilão é considerado fundamental no setor elétrico para eliminar a exposição involuntária ao mercado de energia de curto prazo e que levou a um rombo de R$ 4,7 bilhões, apenas em fevereiro. Hoje, um grupo de 10 bancos assina o contrato de empréstimo com a CCEE, no valor de R$ 11,2 bilhões para cobrir o rombo, não só de fevereiro como também de março e abril - cujos valores ainda não foram divulgados. A energia a ser contratada no leilão do dia 30 será disponibilizada a partir de maio.

Bookmark and Share


Fonte: AE





» Tags:Aneel Tarifa 2015

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.