Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 29/04/2014
  • 16:53
  • Atualização: 16:54

Laudo confirma presença de sedativo no corpo de Bernardo

Polícia apontou que a investigação tem 90% dos trabalhos concluídos

  • Comentários
  • Agostinho Piovesan / Correio do Povo

A presença do medicamento Midazolam no corpo do menino Bernardo Uglione Boldrini, encontrado morto e enterrado no interior de Frederico Westphalen, foi confirmada pelo laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP). Durante entrevista coletiva concedida no início da tarde desta terça, em Três Passos, a delegada Caroline Bamberg Machado, disse que não é possível afirmar em que parte do corpo de Bernardo estava a substância.

A Polícia ainda não confirmou se a substância foi usada na injeção letal apontada como causa da morte até o momento. A suspeita é que tenha sido aplicado antes.

As investigações prosseguem e novos laudos do IGP são aguardados. Aproximadamente 100 pessoas já foram ouvidas no inquérito, entre suspeitos, testemunhas, amigos e vizinhos da família do pai do menino Bernardo, o médico Leandro Boldrini e a madrasta Graciele Ugulini e a sua amiga Edelvânia Wirganovicz, que residia em Frederico Westphalen. Segundo a policia, a investigação tem 90% dos trabalhos concluídos.

Bookmark and Share


TAGS » Polícia, Geral